Qual é a diferença entre marketing para público B2B e B2C

0

No post de hoje você irá conferir quais são as principais diferenças entre o público B2B e B2C, além, é claro, das diferenças do marketing para esses dois! 

As estratégias de marketing se diferenciam para estes dois pois  há diferenças entre conteúdo para B2C (Business to Consumer) e B2B (Business to Business), e eles não são o mesmo alvo!

Diferenças principais entre público B2B e B2C

De modo básico e geral, o B2B se compõem por executivos e influenciadores de empresas, enquanto o B2C é composto por clientes finais em busca de um serviço ou produto. 

No comércio eletrônico, a sigla B2B (Business to Business) é utilizada para definir transações comerciais entre empresas, onde negócios de todos os tipos (indústrias, distribuidores, revendas) comercializam seus produtos para outras empresas. Já o marketing B2C (Business to Commerce) engloba as transações entre empresas e consumidor final. Entendeu?

É realmente importante que você entenda bem as diferenças entre eles para explorar ao máximo suas estratégias de marketing.

E é por serem diferentes que o marketing B2B e B2C utilizam diferentes estratégias para atrair seu público-alvo, uma vez que para se comunicar com o consumidor final e com outra empresa é necessário aplicar abordagens específicas!

Por isso, continue lendo para saber a diferença entre marketing para público B2B e B2C!

Diferença entre marketing para público B2B e B2C

Simplificando, a comunicação direcionada para as massas tem, por definição e objetivo, recorrer às suas necessidades básicas e desejos. Para isso, os marqueteiros desenvolvem campanhas com foco em relacionamento e conversão de vendas

Já o marketing para negócios tem interesses práticos, como geração de leads qualificados, redução de custos e crescimento de receita. Pronto!

Mas vamos aprofundar mais nisso.

Iremos começar falando de marketing. Marketing consiste em gerar valor para o público desde o momento em que ele entrar em contato com a sua marca a fim de que continue interessado e se sinta cada vez mais motivado a comprar.

O público B2B têm expectativas diferentes do B2C. Para que sua estratégia de marketing obtenha sucesso, é preciso, de forma consistente, gerar, nutrir e converter leads em clientes.

Para o público B2B, leve em consideração: longevidade: empresas gostam de soluções duradouras, pois mudar custa caro; dados: produza conteúdo baseado em estatísticas ou que comprove o retorno sobre investimento que o produto traz e tomadores de decisão: crie os seus materiais pensando nos desejos, necessidades e expectativas dessa persona.

Para o público B2C pense em: relacionamento: forte presença nas redes sociais, aproximação no ponto de venda, marketing de conteúdo e ações promocionais de fidelização são importantes para conquistar o público; recomendações: o marketing “boca a boca” e imediatismo: destacar o benefício imediato do seu produto pode fazer mais sentido para atrair vendas.

Principais diferenças nas vendas para B2B e B2C

Perfil do cliente

Como dito anteriormente, o público-alvo é totalmente diferentes nas estratégias de marketing para B2B e B2C.

Simplificadamente, podemos dizer que, no B2B, o comprador é pessoa jurídica e, no B2C, é pessoa física. Enquanto no B2B o público são empresas, no B2C o foco são as pessoas, que precisam resolver suas necessidades do momento.

Entender essas diferenças é fundamental para definir e acertar a melhor estratégia de vendas a ser adotada.

Valores de compra

Na venda B2C, o valor de ticket médio costuma ser menor, assim como a recorrência da compra. Já no B2B, as compras costumam ser maiores e mais frequentes. 

Lembre-se de que, devido ao alto volume, as vendas no mercado B2B também têm uma margem bem maior para negociações de preço, prazo e serviços. No mercado consumidor, a compra em grande quantidade é menos comum, o que muda totalmente a relação comercial.

Relacionamento

O mercado B2B é conhecido pelos relacionamentos sólidos e de longo prazo que as empresas constroem com seus fornecedores. Os consumidores finais também podem criar relações duradouras com suas empresas preferidas, mas a dependência é muito maior no B2B.

Por isso, embora o processo de prospecção, abordagem e negociação seja longo e trabalhoso, as relações entre empresas tendem a durar por muitos anos. Quanto mais consolidada for a relação, melhor para as empresas que vendem e também para as que compram!

Meio de pagamento

O processo de pagamento também muda muito do mercado B2B para o B2C.

No B2C, o pagamento acontece antes do envio da mercadoria. Normalmente, ele é feito por cartão de crédito (à vista ou parcelado), débito em conta, boleto bancário ou pagamento online.

No B2B, geralmente o envio é feito antes do pagamento, sendo o faturamento realizado na maioria dos casos por boleto. Também é feito por cartão de crédito, porém em menor escala.

Por essa razão, o vendedor B2B também precisa conduzir uma análise de crédito detalhada sobre seu cliente, para garantir que a empresa têm condições de pagar em dia. Além disso, o processo B2B é muito mais burocrático, pois envolve o setor financeiro, auditoria, compras e demais responsáveis pela aprovação e execução da compra.

Ciclo de vendas

O tempo de duração do ciclo de vendas é muito maior no B2B do que no B2C.

Por mais complexa que seja a venda para o consumidor final, há apenas um tomador de decisão envolvido, enquanto as vendas para empresas são influenciadas por várias pessoas.

Por isso, o ciclo de vendas B2B tende a se arrastar por muito tempo, ao contrário do B2C, que tende a ser mais rápido.

Marketing

Por fim, o marketing!

O marketing B2C adota ações massivas, com baixo custo de aquisição de clientes e objetivo de atingir o maior número de pessoas possível, otimizando, assim, as taxas de conversão.

No B2B, acontece o contrário. O custo de aquisição de clientes é mais elevado e as ações são segmentadas e dirigidas. O importante aqui é falar diretamente com o público da empresa, de maneira clara e eficiente.

Dicas finais

Para poder trabalhar bem vendendo para o público B2C ou para o público B2B ou para os dois ao mesmo tempo, é preciso ter ferramentas aliadas que te ajudem no dia a dia a facilitar a compra de seus clientes, a atração deles e claro, organizar seus dados!

Para isso é importante ter uma plataforma de e-commerce com recursos variados e úteis! A iSET pode ser um ótimo exemplo disso!

Nas lojas hospedadas na plataforma iSET, é possível definir cliente como Pessoa Física ou Jurídica, atrelar clientes à Grupos, filtrar clientes por grupo, dentre muitas outras utilidades.

Além disso, a iSET conta com um Sistema de grupos que permite uma vasta possibilidade de configurações e definições de estratégias, one page checkout transparente e vários outros recursos de conversão e incentivo de compra! Tudo isso pensando na otimização de estratégias de marketing e no aumento das vendas.

Espero que o post tenha te ajudado! Boa sorte e boas vendas!

Gostou do post? Deixe seu comentário e veja mais conteúdos deste tipo aqui!

Este artigo foi desenvolvido pela iSET: uma Plataforma de e-commerce completa para criar uma loja virtual que realmente tenha resultados, onde você encontra todos os recursos necessários para criar uma loja do zero ou vender pela internet de forma mais lucrativa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.