Como criar uma loja virtual passo a passo

0

Construir uma loja online é uma maneira fantástica de ganhar um bom dinheiro extra, ou, até mesmo gerar uma grande renda fixa. No entanto, é difícil saber realmente como montar uma loja virtual de sucesso. A boa notícia é que você não precisa de muito dinheiro, tempo ou conhecimento técnico para iniciar esse tipo de negócio.

Além do mais, pode ser algo bastante vantajoso. Afinal, as vendas de comércio eletrônico representam atualmente 17,2% de todas as vendas no varejo. Realmente nunca houve um melhor momento para ficar online.

Seguindo nossos passos fáceis, com certeza não será difícil aprender como montar uma loja virtual.

É válido ressaltar que as plataformas de comércio eletrônico são a maneira mais fácil, barata e mais rápida de construir uma loja online. Você pode, por exemplo, optar pela Wix ou WordPress, fica a sua escolha. O que importa é contar com uma plataforma capaz de te ajudar a criar sua loja.

Neste guia, mostraremos a melhor forma de como montar uma loja virtual. Para saber mais, é só continuar a leitura.

Passos de como montar uma loja virtual

Confira logo a seguir o processo completo de como criar a seu ecommerce. Lembre-se de que esse tipo de negócio pode dar ótimos resultados, independente se você já possui uma loja física ou não.

Passo 1: Encontre o melhor criador de sites para comércio eletrônico

Um construtor de comércio eletrônico é um software online que permite criar sua própria loja virtual sem precisar de habilidades avançadas de tecnologia, conhecimento de codificação ou uma dúzia de telas de computador. Tudo que você precisa é de uma conexão com a Internet e uma ótima ideia de negócio!

Ao iniciar uma loja virtual, o primeiro passo é escolher o construtor de loja online certo.

Existem muitos construtores por aí. Alguns são baratos, alguns são caros, alguns são confiáveis ​​e outros não. Sendo assim, é fundamental saber qual escolher.

Por que você deve usar construtores de lojas online?

Resumidamente, o seu construtor de loja virtual irá:

  • Hospedar sua loja, dando a ela um lugar para morar na internet;
  • Conectar seu nome de domínio – sualojavirtual.com, por exemplo;
  • Manter seu site em funcionamento, garantindo que sua loja não trave ou saia do ar;
  • Habilitar os certificados de segurança para manter os detalhes de seus clientes seguros ao receber pagamentos e ao manipular seus dados;
  • Permitir que você venda uma variedade de produtos e serviços;
  • Fornecer ferramentas de marketing para promover seu negócio;
  • Fornecer recursos de vendas sob medida, como descontos para envio.

Dessa forma, é possível fazer uma loja virtual usando tanto o Wix quanto o WordPress. Mesmo que para o WordPress seja necessário ter algumas habilidades técnicas, as quais você pode aprender ou simplesmente contratar um especialista para realizá-las, essa plataforma garantirá uma loja virtual muito mais profissional.

Por isso, um dos primeiros passos para saber como montar uma loja virtual é escolher um construtor de sites.

Qual construtor de sites de comércio eletrônico escolher?

Sabemos que a escolha pode parecer algo difícil, mas tudo se resume ao propósito da sua loja virtual. Grande parte dos criadores de site de e-commerce consegue te ajudar a vender em grandes quantidades.

Entretanto, é preciso levar em conta qual deles possui poderosas ferramentas analíticas para ajudá-lo a acompanhar suas finanças, campanhas de marketing e visitantes. Nesse caso, mais uma vez o WordPress pode ser sua melhor escolha.

Teste a sua plataforma de comércio eletrônico

Se você realmente levar a sério os passos de como montar uma loja virtual bem-sucedida, com certeza atingirá bons resultados a médio prazo. Mas para isso, será necessário testar a sua plataforma comércio eletrônico antes de lançá-la oficialmente.

A melhor maneira de fazer isso é com um teste gratuito! Não tente apenas uma plataforma, você pode experimentar e comparar diferentes construtores de lojas online para encontrar o que melhor atende às suas necessidades.

Ao testar as plataformas, pergunte-se:

  • É fácil escolher um modelo/tema e fazer alterações personalizadas?
  • Os modelos são adequados para o seu negócio?
  • É fácil adicionar produtos e categorizá-los?
  • É possível editar a navegação para incluir submenus e novas páginas?

Nesta etapa, é fundamental encontrar uma plataforma que não seja apenas fácil de usar, mas ofereça tudo o que o seu negócio precisa.

Passo 2: Escolha o melhor plano

Depois de testar algumas opções de plataformas e ficar satisfeito com a sua escolha, é preciso se inscrever no melhor plano para poder dar início ao processo de como montar uma loja virtual.

Diferentes níveis de planos vêm com recursos distintos. Sendo assim, quanto mais você paga, mais você ganha. O plano que melhor lhe convier depende do tamanho do seu negócio e das suas ambições de crescimento.  

Leia também: Como encontrar redatores online

Por exemplo, se deseja criar uma loja de comércio eletrônico, precisará de um plano pago. Carregar e vender produtos requer um software mais completo do que para criar um site normal. Para ter uma boa loja no wordpress, você investirá em média R$ (___).

Ao aprender como montar uma loja virtual, uma regra prática é: quanto mais produtos e receita você tiver, melhor será o seu planejamento.

Quantos produtos vai vender?

Caso não esteja planejando vender muitos produtos, um plano mais simples com taxas mais baixas pode ser adequado. No entanto, quanto mais produtos vender, mais um plano avançado será necessário.

Passo 3: Ter um nome de domínio para sua loja

Um nome de domínio é uma parte da URL que identifica o nome da sua loja. Sendo assim, para saber como montar uma loja virtual de sucesso é indispensável entender a importância do nome de domínio.

Um bom nome de domínio é fundamental para o lançamento de uma loja online de sucesso. Ele cria confiança com os clientes e ajuda a estabelecer sua marca.

Vamos dizer que você é a Nike (todos podemos sonhar). Abaixo está a URL da Nike, com o nome do domínio em negrito:

https://www.nike.com

Este é o domínio principal. Ou seja, aquele que os clientes veem na barra de endereço do navegador e nas pesquisas do Google.

Uma dica: depois de registrar seu nome de domínio por 1 ano, defina um lembrete de calendário para renová-lo antes da data de expiração.

Já possui um nome de domínio?

Se você já possui um nome de domínio, não se preocupe. É possível transferir o nome para o seu construtor de loja online e cancelar o contrato com o fornecedor original.

Ou, se quiser ficar com seu provedor, pode vincular seu domínio a sua página do construtor de sites. Para fazer isso, entre em contato com seu provedor de domínio atual.

Passo 4: Escolha seu modelo de comércio eletrônico

Com modelos (também conhecidos como temas), você pode deixar seu site com boa aparência sem ser um especialista em design.

Selecionar temas no WordPress é fácil. Lembre-se de que essa etapa é muito importante no processo de como montar uma loja virtual.

Como você escolhe o modelo certo?

Faça a si mesmo estas três perguntas para descobrir qual modelo é ideal para sua loja virtual:

  • Quais recursos você deseja que sua loja tenha?
  • Qual estilo de homepage você quer?
  • Como deseja que os clientes naveguem pela sua loja?

Vamos ver isso com mais detalhes:

  • Quais recursos você deseja que sua loja tenha?

Os recursos são uma parte fundamental de como montar uma loja virtual. Pergunte a si mesmo o que é importante para sua loja: você precisa de mapas, galerias ou uma página “sobre nós”? Precisa de vídeos na sua página inicial?

Alguns modelos vêm com mais recursos que outros. Pense em quais recursos sua loja precisa e faça uma lista. Ao pesquisar um tema no mercado, filtre por recursos. Reduzir as opções pode ajudá-lo a encontrar o tema mais adequado às suas necessidades.

  • Que estilo de homepage você quer?

Sua página inicial é a primeira coisa que seus clientes veem. É como a sua vitrine. Sua página inicial pode ser uma imagem simples, uma apresentação de slides ou um vídeo. Decida qual escolher com base em seus objetivos de negócios.

  • Como você quer que seus clientes naveguem na sua loja?

A maioria dos compradores sairá de um site após 10 a 20 segundos. Portanto, é crucial que eles encontrem o que estão procurando sem problemas.

Um menu principal de navegação simples é essencial. Ela permite que seus clientes percorram seu site com facilidade e, dessa forma, façam mais compras. Uma navegação desajeitada é como uma estrada cheia de buracos e sem sinais de trânsito. Os clientes ficarão frustrados porque não conseguirão encontrar o que estão procurando.

Coloque suas páginas da esquerda para a direita no menu de navegação, começando pela página mais importante. No menu de navegação não inclua páginas que não são importantes para sua empresa. Inclua-as como sub menus suspensos.

Passo 5: Personalize seu modelo de comércio eletrônico

Depois de selecionar um modelo / tema, vá até a ferramenta de administração da sua loja para começar a personalizar.

A customização é fácil e é possível alterar praticamente qualquer coisa. Isso inclui seu:

  • Tamanho do texto e fonte;
  • Esquema de cores;
  • Imagens;
  • Posicionamento de produtos;
  • Características.

A maioria dos construtores de lojas virtuais também permite incorporar aplicativos! Portanto, faça a escolha certa!

Passo 6: Adicione seus produtos

Supondo que você escolheu o modelo e montou uma loja virtual elegante, você precisa adicionar seus produtos.

Usando um construtor de loja virtual, você tem um ótimo controle sobre suas páginas. As principais coisas que precisa adicionar sobre os produtos são:

  • Nome;
  • Preço;
  • Categoria;
  • Peso (para produtos físicos);
  • Medidas (para produtos físicos);
  • Cores (para produtos físicos);
  • Arquivo (para produtos para download, como ebooks).

Diferentes plataformas de comércio eletrônico têm limites diferentes sobre:

  • O número de produtos que você pode cadastrar;
  • O número de opções para cada produto (o mesmo produto, mas em um tamanho ou cor diferente);
  • O número de variantes de produto (uma combinação de duas opções: por exemplo, uma camiseta azul em tamanho médio)

Certifique-se de verificar se o limite de cada construtor atende às necessidades da sua empresa.

Como escrever a descrição dos produtos?

Suas descrições de produtos precisam ser convincentes. Sendo assim, aqui estão três coisas a serem evitadas:

  • Jargão complexo;
  • Clichês;
  • Frases longas.

Uma descrição detalhada do produto pode ser a diferença entre realizar uma venda ou não.

Outra coisa a ter em mente ao escrever descrições de produtos é o SEO (Search Engine Optimization). Afinal, é aqui que você irá classificar sua loja virtual no Google. Quanto melhor classificar, mais tráfego vai conseguir.

Da mesma forma, quanto mais tráfego, mais vendas. Inclua algumas das palavras-chave relacionadas ao seu produto ao redigir descrições. Digamos que você esteja vendendo tênis vintage – inclua a palavra “tênis vintage” na descrição.

Como escolher as melhores imagens de produtos?

Assim como a descrição, suas imagens devem refletir com precisão o que sua loja virtual está vendendo.

Aqui estão algumas dicas importantes:

  • Use imagens de alta qualidade – nunca selecione imagens desfocadas ou muito pequenas;
  • Certifique-se de que cada imagem tenha o mesmo tamanho – use uma ferramenta como o Photoshop para redimensionar suas imagens;
  • Tire suas próprias fotos – use um bom smartphone para tirar suas próprias fotos, se puder;
  • Forneça uma opção de 360 ​​graus – verifique se os clientes podem visualizar seus produtos de todos os ângulos;
  • Adicione imagens de variação do produto – certifique-se de que os compradores possam ver o produto em toda a gama de cores;
  • Adicione uma opção de zoom – dê aos seus clientes a chance de ver os detalhes do seu produto.

Por último, mas não menos importante, pergunte: as imagens do seu produto estão otimizadas para carregar rapidamente? É possível otimizar imagens facilmente usando uma ferramenta de compactação online gratuita como o TinyPNG. Isso basicamente reduz o tamanho do arquivo sem afetar muito a qualidade e pode fazer maravilhas para a velocidade do seu site!

As imagens são uma ótima maneira de exibir seus produtos. Entretanto, quanto mais imagens sua loja tiver, mais tempo levará para carregar. Por isso otimizar é muito importante.

Passo 7: Configurar os métodos de pagamento

Em seguida, é necessário configurar sua forma de pagamento. Essa é uma parte crucial para conseguir converter um visitante em um comprador. O importante não é apenas saber como montar uma loja virtual, você precisa também saber como vender da forma mais prática possível lá dentro..

Os criadores de sites de comércio eletrônico, felizmente, facilitam isso. Eles otimizam o processo para que você possa ter as melhores (e mais eficazes) opções de pagamento dentro da sua loja.

As plataformas e desenvolvedores de sites de comércio eletrônico podem ajudar você a se conectar diretamente a várias opções de pagamento diferentes, como PayPal, Pagseguro, Asaas, Pagar.me, Moip, entre outras.

Quais opções de pagamento adicionar?

As formas mais populares para aceitar pagamentos na sua loja de comércio eletrônico são:

  • Boleto Bancário – praticamente todas as plataformas de pagamento online que podem ser integradas a sua loja virtual disponibilizam a forma de pagamento via boleto bancário;
  • Pagamentos com cartão de crédito – assim como os boletos, o pagamento via cartão de crédito são aceitos em todas as plataformas de integração. Ao escolher pagar com cartão, os clientes vão direto para uma página de checkout dentro da sua loja, cadastram os dados necessários e realizam a compra sem nem sair do seu site.

Passo 8: Classifique suas configurações de envio

Você adicionou produtos e opções de pagamento para os clientes comprá-los, certo? O próximo passo é garantir que seja viável entregar esses produtos.

Para entender como montar uma loja virtual, você precisa entender também como as opções de envio dos produtos funcionam.

Para enviar os produtos comprados pelos clientes na sua loja virtual, é necessário adicionar um endereço de origem e os tipos de pacote. Continue lendo e veja logo abaixo mais informações sobre essas etapas.

Qual é o endereço de origem do envio?

Isso é importante caso sua loja envie produtos de um endereço que é o mesmo do seu escritório, por exemplo. Se esse for o caso, você deve inserir uma origem de envio separada para garantir que as taxas de envio e os impostos estejam corretos e mais práticos de calcular.

Quais são as zonas de envio?

As taxas de envio variam entre os países e regiões (zonas) para onde você envia. As plataformas de lojas virtuais permitem que sejam cobradas taxas diferentes para os clientes, dependendo da zona em que eles estão.

Quais são as diferentes opções de envio?

Depois de configurar de onde deseja enviar produtos, você pode decidir como entregá-los. Tudo se resume a entender os tipos de remessa disponíveis:

  • Frete grátis – se você puder pagar, frete grátis é um fator de venda fantástico;
  • Taxa fixa – oferece a mesma taxa de envio, independentemente do produto ou região. O envio de taxa fixa é muito útil para o marketing;
  • Cotações em tempo real – calcule os preços de frete por fatores, incluindo tamanho da encomenda, peso e destino. Os clientes gostam dessa opção porque é honesta e transparente;
  • Retirada local – convide os clientes a retirar seus pedidos numa loja física como uma opção adicional. Isso é ótimo para oferecer a experiência comercial pessoal e face a face.

Passo 9: Visualizar, testar e publicar sua loja virtual

Até essa parte você deve ter adicionado seus produtos, definidos os preços, imagens e descrições, customizado o modelo de sua loja, configurado seu pagamento e formas de envio, entre outros detalhes.

Mas, há um passo importante antes de finalizar a criação de sua loja virtual: testar!

Testar sua loja é a melhor maneira de garantir que ela satisfaça as necessidades de seus clientes. Ao visualizar e testar sua loja, veja quais são as principais coisas a verificar:

Seu checkout funciona?

Ao testar sua loja, dedique atenção especial ao processo de checkout. Certificar-se de que:

  • Os pedidos funcionam em todos os métodos de pagamento;
  • Suas opções e cobranças de envio estão corretas e visíveis;
  • Os itens e preço em seu carrinho estão corretos;
  • Descontos e promoções se aplicam corretamente.

A maneira mais simples de testar seu checkout é fazer um pedido e, em seguida, reembolsá-lo imediatamente. Essa também é uma boa chance de testar o processo de reembolso, bem como suas notificações por e-mail.

As funções da sua loja funcionam?

O próximo passo sobre como montar uma loja virtual é garantir que todas as funções espalhadas pela sua loja realmente funcionem.

Certifique-se de que qualquer botão ou link clicável esteja funcionando. Seu menu principal deve ser fácil de navegar. Peça a amigos e familiares para testar seu site e receba o feedback.

Já verificou o conteúdo da sua loja?

Muitos comerciantes cometem o erro de lançar uma loja online repleta de erros de conteúdo. Isso faz com que a loja pareça amadora.

Vá até sua loja e verifique se há ortografia e gramática ruins. Essa também é uma boa oportunidade para verificar todas as suas fotos. Verifique se estão todas otimizadas para a velocidade do site e se elas promovem o produto com precisão.

Sua loja funciona no celular?

Até 2021, o comércio móvel deve representar 54% de todas as vendas de comércio eletrônico. Em suma, é vital que o seu site funcione perfeitamente, independentemente do dispositivo que o seu cliente esteja usando.

Esse é um dos maiores benefícios de usar o wordpress como construtor de lojas online. Seus temas e plugins podem facilitar bastante a verificação da aparência da sua loja em diferentes dispositivos.

Sua loja precisa ser responsiva em dispositivos móveis, tablets e computadores. É possível testar isso no modo de visualização de seu construtor e alternar para o ícone de celular para começar a experimentar a navegabilidade da loja em dispositivos móveis.

Como construir uma loja online: Recapitulação

Resumindo o nosso processo de 9 etapas para criar uma loja virtual:

  1. Encontre o melhor criador de sites para comércio eletrônico
  2. Escolha o melhor plano
  3. Ter um nome de domínio para sua loja
  4. Escolha seu modelo de comércio eletrônico
  5. Personalize seu modelo de comércio eletrônico
  6. Adicione seus produtos
  7. Configurar os métodos de pagamento
  8. Classifique suas configurações de envio
  9. Visualizar, testar e publicar sua loja virtual

Não se esqueça de contar com uma agência de criação de sites especializada em todo o processo de como montar uma loja virtual. Sem dúvida contar com uma agência é a forma mais profissional e segura de ter uma loja online!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.